Golfinhos nas praias: enquanto um encanta outro morde banhistas

Um deles foi visto na praia do Pacífico e outro na do Mar do Japão.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Golfinho na praia de Rinkaiura (Agara)

Na praia de Rinkaiura, em Shirahama (Wakayama), desde a noite de 3 de agosto ao dia seguinte várias pessoas testemunharam a presença de um golfinho.

Publicidade

Um grupo de mergulhadores chegou a nadar com esse mamífero marinho na manhã de quinta-feira. Segundo eles, o golfinho que parecia ser o popular nariz de garrafa, chegou a nadar em locais bem rasos, de 1 a 2 metros. Por volta das 15h desapareceu.

Golfinho na praia de Fukui (Yomiuri)

Do outro lado do país, no Mar do Japão, o 119 recebeu uma chamada para socorrer uma pessoa ferida, na praia de Ayukawa, cidade de Fukui (província homônima), no domingo, por volta das 11h45.

Na verdade, eram duas pessoas, sendo uma mulher na faixa dos 30 e um homem na casa dos 50. Os dois foram socorridos, levados para um hospital e não correm risco de vida.

Segundo as testemunhas, foram mordidos por um golfinho. Pelo jeito, nem os transmissores ultrassônicos conseguiram afastar o animal marinho da praia.

Há relatos de muitas pessoas mordidas pelos golfinhos nas praias de Fukui. As autoridades pedem que se afastem deles.

Fontes: Agara e Yomiuri

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Mulher cai da janela de carro em movimento enquanto fazia dança do ventre

Publicado em 8 de agosto de 2022, em Notícias do Mundo

A mulher em Daguestão, no sul da Rússia, caiu da janela do carro em movimento após se inclinar. Veja o vídeo.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Imagens capturadas do vídeo mostram a mulher se inclinando e indo de cabeça ao chão (YouTube/Mail Online)

Uma mulher teve uma escapada milagrosa após cair da janela de um carro em movimento enquanto fazia “uma dança do ventre”, divulgou o site Daily Mail no domingo (7).

Publicidade

Primeiro, a mulher é vista sentada na janela de um Pajero da Mitsubishi, antes de começar seus movimentos de dança e logo cai de cabeça na rua.

Ela bate com cabeça no chão, mas ficou evidente que a jovem não ficou gravemente ferida porque ela é vista se levantando e correndo na direção do Pajero, enquanto outros motoristas param para oferecer ajuda.

O incidente que ocorreu Makhachkala, capital do Daguestão, uma república muçulmana rigorosa no sul da Rússia, causou uma reação negativa furiosa.

“Danças perigosas não levam a coisas boas, principalmente nas ruas e você é uma jovem mostrando uma dança do ventre saindo da janela de um carro”, divulgou o canal News Dagestan.

Residentes deveriam se comportar com mais “modéstia e decência”, disse um comentário.

O motorista, o empresário Sharap Kurbanov de 24 anos, foi forçado depois a pedir desculpas publicamente por ignorar regras de trânsito.

“Quero fazer uma declaração para as pessoas de Daguestão e de toda a Rússia”, disse ele em um vídeo.

Eu dei carona para uma jovem mulher e enquanto eu dirigia coloquei a música muito alto”.

“Não vi o momento (quando ela começou a dançar), então a jovem caiu”.

“No futuro, prometo usar os cintos de segurança e seguir as regras de trânsito, e sugere que outros façam o mesmo”.

Fonte: Daily Mail

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência