Greve nos aeroportos da Alemanha causa caos

A greve de 24 horas afetou 300 mil passageiros, pois os voos foram cancelados.

Aeroporto de Frankfurt vazio com os voos cancelados pela greve (ANN)

Os trabalhadores de 7 aeroportos da Alemanha fizeram greve de 24 horas na sexta-feira (17) porque exigem aumentos salariais antes da Conferência de Segurança de Munique, que reuniu os líderes mundiais.

Publicidade

Cerca de 300 mil passageiros foram afetados pelo cancelamento de voos.

Entre os 7 aeroportos se incluem os de Frankfurt e Munique, importantes rotas internacionais. O sindicato Verdi, dos aeroportuários da Alemanha, pede aumento salarial de 10,5% para aliviar os efeitos da inflação. 

Isso causou o cancelamento de 2.340 voos, exceto os de ajuda humanitária para a Turquia e Síria.

A Conferência de Segurança de Munique foi realizada na sexta-feira, com a presença de líderes mundiais. Segundo a imprensa local, o ministro das Relações Exteriores da Romênia não pode embarcar por causa da greve.  

Na quarta-feira, o aeroporto de Frankfurt, o maior da Alemanha, teve um problema técnico de rompimento de cabos da Deutsche Telekom IT e os pousos de cerca de 300 voos foram cancelados. 

Fontes: ANN e DW

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Coreia do Norte lança 3 mísseis na segunda-feira

Publicado em 20 de fevereiro de 2023, em Ásia

Se não bastasse o míssil que caiu perto de Hokkaido, dentro da ZEE do Japão, no sábado, teve mais lançamentos de mísseis de curto alcance.

Míssil ICBM Hwasong-15 lançado no sábado (TV estatal da CN via FNN)

O Ministério da Defesa do Japão informou que a Coreia do Norte realizou 3 lançamentos de mísseis em direção ao Mar do Leste (Mar do Japão), às 7h05, 7h12 e 7h13 de segunda-feira (20).

Publicidade

De acordo com funcionários do governo, acredita-se que 2 dos três mísseis tenham caído dentro da Zona Econômica Exclusiva (ZEE) do Japão.

A Guarda Costeira do Japão emitiu uma nota às embarcações: “Se vir um objeto caído nas proximidades, por favor, não se aproxime e denuncie” .

Em resposta ao lançamento dos mísseis, o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida declarou que está fazendo todos os esforços para coletar e analisar informações e fornecer ao público informações rápidas e precisas, e que está confirmando a segurança das aeronaves e navios.  

Este é o terceiro lançamento de míssil balístico realizado pela Coreia do Norte em 2023.

No sábado (18) lançou um míssil balístico intercontinental (ICBM), o Hwasong-15, de médio alcance, confirmou a mídia governamental de Pyongyang. O míssil assustou as populações do norte do Japão, já que caiu perto de Hokkaido.

~Atualização~ mais tarde, a imprensa anunciou que houve um engano e que foram efetivamente 2 mísseis de curto alcance. Caíram fora da ZEE do Japão, sendo que o primeiro chegou a uma altitude máxima de cerca de 100 km e uma distância de voo de cerca de 400 km. Já o segundo chegou a uma altitude máxima de cerca de 50 km e uma distância de voo de cerca de 350 km.

Fontes: FNN, News Digest, NHK e Yonhap News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Nihongo - Estude em casa com o Kumon!
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Empregos para estrangeiros no Japão UT Suri-emu
Bell Mart - Produtos brasileiros no Japão