BYD da China está perto de ultrapassar a Nissan em vendas globais

A BYD poderia ultrapassar a Nissan, a terceira maior montadora do Japão, pela primeira vez neste trimestre.

Um Han da BYD (à esq.) e um Ariya da Nissan (à dir.) – banco de imagens

A principal montadora da China, a BYD, está perto de ultrapassar sua rival japonesa Nissan Motor em vendas globais, mostram novos resultados trimestrais, enquanto seus veículos elétricos conquistam participação no mercado nacional e no exterior.

Publicidade

A BYD vendeu 824.001 veículos de passageiros de julho a setembro, alta de 53% no ano para um recorde trimestral. Alguns analistas veem suas vendas para o ano chegando a 3 milhões, o que exigiria outros 800 mil veículos neste trimestre.

O avanço da companhia chinesa a trouxe para muito perto da Nissan, cujas vendas no trimestre passado cresceram 4%, totalizando 824.354 veículos, sem contar as parceiras de aliança Mitsubishi Motors e Renault.

A BYD poderia ultrapassar a Nissan, a terceira maior montadora do Japão, pela primeira vez neste trimestre.

O caminho da BYD foi pavimentado pelo suporte da China para veículos elétricos. Elétricos, híbridos plug-in e veículos de célula de combustível formaram 36,5% dos automóveis vendidos no país em setembro, de acordo com a MarkLines, comparadas com menos de 4% no Japão.

Além da China, a rival da Tesla também ganhou terreno em regiões como o Sudeste Asiático – há muito tempo uma fortaleza para competidoras japonesas. A companhia chinesa vendeu 287 mil veículos no mundo só em setembro, quase correspondendo ao seu total para o primeiro trimestre inteiro de 2022.

A Nissan, enquanto isso, enfrenta dificuldades para se adaptar às mudanças na China, o maior mercado de automóveis do mundo, que havia gerado 32% de suas vendas por volume no ano fiscal até março.

Embora a montadora tenha lançado modelos elétricos como o Ariya e o Sylphy, sua vendas foram cortadas pela competição em uma mercado repleto de startups em VEs.

A BYD poderia se transformar em uma ameaça para as montadoras japonesas em seu próprio terreno. A montadora chinesa lançou um veículo elétrico esportivo utilitário no Japão em janeiro deste ano, e planeja expandir sua rede de concessionárias no país para 100 locais.

Fonte: Asia Nikkei

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Plantio de ipê pelos 115 anos de imigração japonesa no Brasil

Publicado em 31 de outubro de 2023, em Sociedade

Uma ONG plantou ipê para simbolizar o forte laço com o Brasil, destino dos imigrantes japoneses, há 115 anos.

Foto meramente ilustrativa de ipê amarelo florido (Wikimedia)

O pau-Brasil é considerado árvore nacional e as flores do ipê, de várias cores, são consideradas flor nacional. Por isso, essa árvore foi a escolhida para ser plantada no Canal Park em Naka-ku, cidade de Yokohama (Kanagawa), para comemorar os 115 anos de imigração japonesa no Brasil.

Publicidade

O evento foi organizado pela ONG Brasil Solidário, com sede na mesma cidade, formado por pessoas que trabalharam e viveram no Brasil.

Cerimônia do plantio do ipê em Yokohama (Kanagawa TV)

Gustavo Fortuna, da Embaixada do Brasil no Japão, foi um dos convidados. “O ipê tem a força para resistir às tempestades e à seca. Sua longevidade simboliza a amizade entre nossos dois países”, disse Fortuna. Junto com outras pessoas presentes, pegou uma pá e derramou terra sobre as raízes de um dos ipês

Segundo um porta-voz da ONG, existem fortes laços entre Yokohama e o Brasil, já que o porto da cidade foi um dos locais de partida dos navios com imigrantes, com destino à América do Sul, incluindo a terra brasileira. “Que o ipê se torne um novo símbolo que conecte Yokohama e o Brasil”, disse o presidente Tatsuya Saito.

“Diz-se  que há aproximadamente 1,9 milhão de nipo-brasileiros, descendentes de muitos que deixaram o porto de Yokohama”, destacou, informando que são frutos de cerca de 250 mil japoneses que cruzaram os mares. Disse que gostaria que os brasileiros residentes no Japão visitassem o local para apreciar os ipês.

O ipê tem algo em comum com a tão apreciada sakura (flor da cerejeira), pois ele também floresce cachos nos galhos aparentemente secos, sem as folhas.  

ONG Brasil Solidário (Kanagawa TV)

Fontes: Kanagawa Shimbun, Tokyo Shimbun e TV Kanagawa

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Banco do Brasil - faça remessas com segurança!
UNINTER - Faculdade ONLINE no Japão!