Número de casos diários de Covid-19 na França passa de 170 mil

Especialistas dizem que o aumento é devido à rápida propagação da altamente contagiosa variante ômicron.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Pessoas de máscara caminham em rua de Paris, na França (banco de imagens)

A França confirmou 179.807 novos casos de coronavírus na terça-feira (28), atingindo um recorde de alta. O governo está endurecendo as medidas para reduzir as infecções.

Publicidade

O número de terça-feira foi cerca de 1.7 vez o recorde anterior de 104.611 marcado no sábado (25).

Especialistas dizem que o aumento é devido à rápida propagação da altamente contagiosa variante ômicron. Eles também citaram um aumento no número de pessoas que está sendo submetida a testes do vírus, antes de reuniões em família durante o feriado.

O governo francês planeja aumentar as inoculações de reforço ao aprovar uma lei a qual exigirá que as pessoas apresentem prova de vacinação para entrar em locais públicos, como restaurantes.

O país também anunciou que o home office será obrigatório pelo menos 3 dias por semana para funcionários cujos trabalhos tornam isso possível.

Fonte: NHK

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Covid-19: Japão considera adiantar dose de reforço de vacina para todos

Publicado em 28 de dezembro de 2021, em Sociedade

Em entrevista, Kishida disse que tornará as medidas antivírus do país ‘completamente operacionais’ para que as pessoas possam se sentir seguras.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Doses de reforço já começaram a ser administradas para profissionais da saúde no Japão (ilustrativa/banco de imagens)

O primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, disse nesta terça-feira (28) que o governo vai considerar adiantar doses de reforço de vacina contra coronavírus para todas as pessoas, o tanto quanto possível.

Publicidade

Em uma entrevista junto à Kyodo News, Kishida disse que tornará as medidas antivírus do país “completamente operacionais” para que as pessoas possam se sentir seguras.

O Japão já começou a administrar terceiras doses a profissionais da saúde, seguidos por idosos no início do próximo ano.

O país ainda não constatou um aumento nos casos da variante ômicron, mas o governo continua em alerta, barrando todas as novas entradas de estrangeiros e oferecendo testes PCR gratuitos e de antígenos em algumas áreas como Tóquio, onde a propagação comunitária da cepa altamente transmissível foi confirmada.

“Além dos 31 milhões de profissionais da saúde e idosos, gostaríamos de considerar o adiantamento (da programação para terceiras doses) o tanto quanto possível”, disse Kishida.

Fonte: News and Culture

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância