Três estudantes brasileiros ensinam português para os professores, em Shimane

Os professores de uma escola colegial de Shimane se sentam nas carteiras para aprender português e a cultura brasileira.

Professora de português, aluna do colegial de Matsue (San’in Chuo Shimbun)

Até 18 de fevereiro, cerca de 20 professores participam de uma hora e meia da Sessão Brasil, em 6 aulas. Sentados na carteira de estudante recebem aulas de 3 brasileiros, invertendo os papéis.

Publicidade

Os três são estudantes da Escola Colegial Provincial Shinji, em Matsue (Shimane), Ana Hirata, 17, Noemi Nishikawa e Eduardo Miyahara, ambos com 16 anos, se transformam em professores do básico do idioma pátrio e da cultura brasileira. 

Tiveram a oportunidade de explicar que no Brasil as escolas oferecem aulas em 3 turnos, o que assustou os alunos que são professores. 

“É divertido tomar aula dos alunos. Recebo muitas informações novas”, comentou a professora Kyoko Isoya. Em contrapartida, “fico feliz em saber que os professores gostam do que ensinamos”, disse Ana.

Escola colegial em Matsue

No ano fiscal de 2022, a escola pretende estender o curso para os residentes locais. 

Essa escola, que fica na cidade vizinha de Izumo, onde há muitos residentes verde amarelos por causa de uma grande indústria, considerando que iria aumentar o número de alunos estrangeiros, se preparou para recebê-los, desde a primavera do ano passado. Dos 220 alunos, 5 estão cursando disciplinas específicas do idioma japonês e cultura.

Segundo a professora Yoshiko Takahashi, que auxilia na gestão do curso, alguns professores cumprimentam os alunos brasileiros em português, o que fez diminuir a distância entre eles. Há uma expectativa de expansão do círculo de compreensão transcultural onde tanto a escola quanto os alunos estrangeiros experienciam mutuamente.

Fonte: San’in Chuo Shimbun

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Coreia do Norte: ‘Somos o único país que estremece o mundo’

Publicado em 10 de fevereiro de 2022, em Ásia

Coreia do Norte solta nota que enfatiza o lançamento de mísseis.

Imagem: ANN

O Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte publicou na terça-feira (8) uma nota sobre os lançamentos de mísseis realizados no mês passado.

Publicidade

“São poucos os países no mundo que possuem bombas de hidrogênio e ICBM (míssil balístico intercontinental)”, começa a nota, que enfatiza a velocidade em que os testes estão sendo realizados. “Confrontamos os EUA e fizemos testes de lançamento que alcançam o território americano. Somos o único país na Terra que estremece todo o planeta“, comenta.

“Mostramos a todo o mundo que nosso Líder Supremo Kim Jong-un não terá piedade nem misericórdia daqueles que ameaçarem nosso povo”, enfatiza a nota.

Na manhã de quinta-feira (10), os ministros da defesa do Japão, EUA e Coreia do Sul fizeram uma conferência por telefone sobre os mísseis da Coreia do Norte. O Ministério da Defesa do Japão comentou que os ministros concordam em tomar medidas para desnuclearizar a Coreia do Norte, e que uma reunião presencial deverá ocorrer em breve.

Fonte: ANN

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância