Tailândia remove maconha de sua lista de substâncias proibidas

É uma grande mudança de política em um país conhecido há muito tempo pelos seus rigorosos controles de drogas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

A Tailândia se tornou o primeiro país na Ásia a tirar a maconha de sua lista de substâncias proibidas e permitir que as pessoas cultivem a planta em casa após notificarem o governo local.

Publicidade

É uma grande mudança de política em um país conhecido há muito tempo pelos seus rigorosos controles de drogas, mas o governo espera estimular as indústrias de bem-estar e do turismo.

Mas, o uso recreativo ainda está proibido, embora partidários digam que o abrandamento descriminaliza efetivamente a maconha.

Em janeiro deste ano, autoridades tailandesas anunciaram que elas estavam retirando o cannabis da lista oficial de substâncias controladas, resultando no que alguns descreveram como descriminalização de fato.

Cerca de 4 mil prisioneiros que estão cumprindo pena por crimes relacionados à maconha serão soltos em breve e seus registros criminais por essas ofensas serão deletados, disse o Departamento de Correções.

O ministro da Saúde e o vice-primeiro-ministro Anutin Charnvirrakul da Tailândia foram ao Facebook no mês passado para declarar suas intenções de distribuir 1 milhão de pés de maconha aos membros do público.

“É uma oportunidade para as pessoas e o estado terem rendas com a maconha”, escreveu ele, junto com uma foto de um frango cozido temperado com cannabis.

Autoridades tailandesas estão encorajando o uso culinário do cannabis (Facebook/Anutin Charnvirakul)

Anutin, que anunciou a nova política pela primeira vez em 2021, disse na época que famílias poderiam cultivar até 6 pés de maconha, tendo em vista fornecê-los a hospitais públicos, instalações de pesquisa ou para uso na produção de alimentos ou cosméticos.

Fonte: ABC Net, BBC

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Quer viajar para o exterior? As Filipinas estão oferecendo pacotes atrativos

Publicado em 9 de junho de 2022, em Artigos de Turismo

Na campanha, através do governo local, duas companhias aéreas e a rede hoteleira estão com tarifas atraentes!

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Philippine Travel

O Ministério do Turismo das Filipinas, a Philippine Airlines e a Cebu Pacific Airlines estão realizando uma campanha especial “Vamos para as Filipinas!”.

Publicidade

Philippine Airlines e Cebu Pacific Airlines serão vendidos com descontos de até 75%. O motivo dessa campanha é que em 12 de junho se comemora o Dia da Independência das Filipinas. E o país quer receber turistas em Manila, Cebu, Davao, Bohol e outras ilhas, paradisíacas e destinos muito procurados por quem gosta de viajar.

Além disso, se pode escolher onde se hospedar dentre cerca de 60 hotéis nesses destinos, com tarifas a partir de 9 mil ienes.  

Philippine Travel

Os voos da Cebu Pacific partem de Narita, Centrair, KIX (Kansai) e Fukuoka, com tarifas promocionais a partir de 6 mil ienes. O período de embarque é entre 1.º de novembro a 31 de maio de 2023.

Os da Philippines Airlines partem dos mesmos aeroportos, com 33 voos para Manila.

As reservas de hotel e passagens podem ser feitas através da página web (toque aqui). O período da reserva é até 30 de junho.

A partir de 30 de maio de 2022, o governo filipino relaxou ainda mais os requisitos de entrada para viajantes completamente vacinados (duas doses). Para os viajantes do Japão não é mais necessário apresentar o certificado de teste negativo para o coronavírus.  

As Filipinas voltaram a aceitar turistas desde fevereiro e, em maio, 13 mil japoneses foram para lá.

Fontes: divulgação e FlyTeam

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência