Documentarista japonês é detido em Mianmar durante filmagem do protesto

Durante a gravação de um protesto em Yangon, o documentarista japonês foi detido e a embaixada japonesa ainda não conseguiu falar com ele.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Documentarista japonês (FNN)

De acordo com as autoridades locais, o documentarista japonês Tohru Kubota (久保田徹), 26, foi detido pelos oficiais de segurança enquanto filmava uma manifestação de protesto em Yangon, a maior cidade de Mianmar, no sábado (30).

Publicidade

A embaixada do Japão em Mianmar confirmou através das autoridades que ele não apresenta problemas de saúde, mas não conseguiu contato pessoalmente.

Em 2021, Kubota comentou sobre seu próprio trabalho, no qual gravou os protestos das pessoas de Mianmar que vivem no Japão. “Foi muito frustrante não poder fazer nada (após o golpe), então quis transmitir essas atividades pelo menos às pessoas que residem no Japão”.  

Um homem que trabalhou com Kubota na produção da gravação no local disse que “fizemos os preparativos apropriados, como obter permissão das autoridades“.

No domingo (31), uma foto de Kubota com outros segurando uma faixa foi postada na conta de uma das redes sociais, a qual parece ser de um apoiador dos militares de Mianmar.

“Não apenas foi fotografado, mas é uma evidência clara de que participou da manifestação”, diz o post. Por outro lado, há uma suspeita de que essa informação tenha sido manipulada pelos militares, pois o fundo da foto indica que foi tirada depois que foi detido. Há uma suspeita de que tenha sido intencional.

Post de domingo, no Facebook, mostra foto na qual aparece o documentarista, a qual pode ter sido manipulada intencionalmente (JNN)

No domingo, cerca de 80 pessoas de Mianmar residentes no país se reuniram em frente ao Ministério das Relações Exteriores do Japão (MOFA), para pedir que faça pressão ao governo daquele país a fim de libertar Kubota.

O jornalista Yuki Kitakado também participou e com o megafone questionando “por que uma pessoa fazendo reportagem tem que ser presa”.

Ele também foi detido no ano passado naquele país quando fazia trabalho jornalístico, por isso, criticou severamente a detenção do seu amigo.

Fontes: FNN e JNN

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Chinês de 27 anos diz que não consegue emprego por ter aparência de criança

Publicado em 1 de agosto de 2022, em Ásia

Mao Sheng disse que sua aparência está sendo um problema sério em sua vida. Ele disse que não consegue ajudar o pai financeiramente porque não consegue trabalho.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Mao Sheng, da província de Guangdong, é baixo e sua aparência é de ser bem jovem (YouTube/ 百姓关注)

Um chinês de 27 anos criou uma agitação na mídia social após se queixar que ele não consegue arrumar emprego porque tem aparência de criança.

Publicidade

Mao Sheng, da província de Guangdong, é baixo e sua aparência é de ser bem jovem. Ele disse que isso está provando ser um problema sério em sua vida.

Mao disse que seus potenciais empregadores não acreditam quando ele diz a idade que tem. Outros pensam que sua aparência pode causar problemas com as autoridades, as quais podem começar a investigar se acharem que as leis sobre trabalho infantil estão sendo violadas.

Sheng publicou um vídeo desabafando sua frustração de que ele não pode ajudar sua família financeiramente porque não consegue arrumar trabalho. O vídeo foi feito em uma rua de Dogguan.

Mao disse que ele saiu para procurar trabalho com um amigo, o qual conseguiu um rapidamente, mas ele não teve a mesma sorte.

Em um outro vídeo, ele mostrou seu cartão de identificação, no qual está registrado que ele nasceu em 1995.

Após sua mãe ter se casado novamente e seu pai ter sofrido um derrame, ele é o único que sustenta a casa.

Quando disseram a Mao que o vídeo dele havia viralizado, ele ficou preocupado que sua família poderia ficar irritada com ele. Ele temia que o vídeo fizesse parecer que ele não estava levando a busca por trabalho seriamente.

Usuários na internet criticaram os empregadores que não deram uma oportunidade a Mao. Entretanto, desde quando o vídeo viralizou, o chinês recebeu várias propostas de emprego e teria aceitado uma delas.

A história de Mao também foi compartilhada amplamente pela mídia chinesa, apesar de alguns veículos de comunicação terem reportado sobre fatores biológicos em potencial por trás de sua aparência jovem.

Fonte: Times Now News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância
UniFCV Japão - Educação a distância
Kumon - aprenda nihongo por correspondência