Taxista na Tailândia que se recuperou após contrair coronavírus encoraja Wuhan

O motorista foi ao hospital após perceber que estava tossindo muito. Em 31 de janeiro ele foi identificado na Tailândia como o 1º caso de transmissão entre pessoas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

(Imagem ilustrativa/PM)

Um motorista de táxi que se recuperou do novo coronavírus após contraí-lo de turistas chineses disse na quarta-feira (5) que queria encorajar a cidade de Wuhan, o epicentro do surto, a continuar lutando contra o vírus.

Publicidade

“Eu assistia aos noticiários todos os dias do quarto onde fui colocado em quarentena e envio meu apoio a Wuhan”, disse o motorista de 50 anos, que usava uma máscaras cirúrgica para esconder sua identidade em uma coletiva de imprensa.

“Mesmo eu consegui combater o vírus, então vocês também podem”, disse o motorista quando recebeu alta do hospital.

O motorista foi por conta ao hospital após perceber que estava tossindo muito. Ele foi identificado na Tailândia como o primeiro caso de transmissão entre pessoas em 31 de janeiro.

Com 25 casos, a Tailândia é um dos países que teve o maior número de infecções além da China. Nove pessoas se recuperaram e 16 pacientes estão em tratamento. O vírus já matou cerca de 500 pessoas, quase todas elas na China.

“Quando eu descobri que tinha o vírus eu chorei, porque tenho que cuidar da minha família”, disse o motorista.

“Mas eu não tenho um sentimento ruim contra turistas ou chineses. Sou motorista de táxi, e dependo dos turistas para ganhar meu sustento”.

A Tailândia recebeu cerca de 11 milhões de turistas da China no ano passado.

Os médicos elogiaram o motorista por parar de trabalhar e ir ao hospital assim que começou a se sentir mal. Todos de sua família testaram negativo para o vírus.

Fonte: Asahi

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Diminui o número de crimes no Japão

Publicado em 6 de fevereiro de 2020, em Sociedade

Menos casos de roubo graças aos esforços de prevenção de crimes por governo locais e voluntários, e o uso aumentado de câmeras de segurança.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

(Imagem ilustrativa/PM)

O número de crimes reconhecidos pela polícia no Japão em 2019 caiu 8.4 por cento ante o ano anterior para 748.623, atingindo uma baixa pós-guerra pelo 5º ano consecutivo, disse a Agência Nacional de Polícia – ANP na quinta-feira (6).

Publicidade

O número anual caiu por 17 anos consecutivos, de acordo com um relatório preliminar realizado pela agência.

O declínio refletiu principalmente uma queda no número de casos de roubo graças aos esforços de prevenção de crimes por governo locais e voluntários, e o uso aumentado de câmeras de segurança.

Enquanto casos especiais de fraude tenham diminuído 5,6 por cento para 16.836, o país viu muitos casos em que os infratores invadem as casas de seus alvos para roubar após fligarem para eles a fim de verificar a situação dos patrimônios, de acordo com a pesquisa.

A ANP também disse que o número de jovens de 17 anos e mais novos encaminhados pela polícia japonesa a centros de proteção à criança em todo o país como vítimas suspeitas de abuso atingiu uma alta recorde de 97.842, alta de 21.9 por cento.

O número cibercrimes em que a polícia tomou ação chegou a 9.542, o nível mais alto e aumento de 5.6 por cento.

Fonte: Jiji

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância