Preso o homem armado que tomou um como refém por mais de 10 horas

A polícia conseguiu invadir a casa e prender o homem que tomou um médico como refém e o feriu com tiro. Essa tensão durou mais de 10 horas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Local onde o homem invadiu uma casa tomando uma pessoa como refém (Yomiuri)

Por volta das 8h de sexta-feira (28) os policiais conseguiram prender um homem que tinha algo parecido com arma de caça na sua residência e tomou um médico como refém por mais de 10 horas. 

Publicidade

A ocorrência foi em uma residência na área Oi Musashino da cidade de Fujimino (Saitama). Ele tomou um dos visitantes como refém, criando um clima tenso no local e na vizinhança. Os policiais pediram aos vizinhos mais próximos para evacuar. Há notícia de que mais de 100 pessoas tiveram que deixar suas casas.

Segundo a NHK, um médico na faixa dos 40 anos, vítima desse crime, foi socorrido já com parada cardiorrespiratória. 

A polícia foi chamada por uma pessoa da vizinhança que ouviu um homem gritando na rua. Depois, foram ouvidos sons de disparo e duas pessoas foram socorridas. 

Motivo do crime

Segundo fontes da NHK, o médico acompanhado de um enfermeiro e 3 cuidadores foram até a casa do homem que perdeu a mãe para apresentar as condolências, pois era sua paciente. 

O dono da casa, pegou uma arma de caça e tomou o médico como refém, mas antes, atirou no enfermeiro e borrifou spray lacrimogêneo em um cuidador. Esse foi o que correu para avisar a polícia. O socorro levou o enfermeiro em estado grave para o hospital.  

O nome do homem preso e o motivo dessa ação ainda não foram divulgados.

Fontes: Yomiuri, NHK, FNN e Nikkan Sports

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

Fukushima: 6 residentes processam operadora de usina nuclear após diagnóstico de câncer

Publicado em 28 de janeiro de 2022, em Sociedade

Seis ex-residentes de Fukushima afirmam que desenvolveram câncer de tireoide por exposição à radiação após o acidente nuclear.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Ilustrativa (banco de imagens)

Seis ex-residentes da província de Fukushima moveram uma ação judicial na quinta-feira (27), afirmando que desenvolveram câncer de tireoide por exposição à radiação após o acidente nuclear em março de 2011 na usina de propriedade da Tokyo Electric Power Company Holdings Inc.

Publicidade

Na ação judicial, apresentada junto ao Tribunal Distrital de Tóquio, as requerentes, que tinham entre 6 e 16 anos na época do acidente, exigiram que a companhia pague um total de 616 milhões de ienes em indenização.

Esse é o primeiro processo sobre o acidente nuclear que foi apresentado por ex-residentes da província no nordeste do Japão com base em incidência de câncer de tireoide, de acordo com os advogados das requerentes.

Em uma coletiva de imprensa na capital Tóquio após o processo ter sido apresentado, uma requerente na faixa dos 20 anos disse, “espero que aumentar nossas vozes ajude o público a compreender a atual situação e tornar a situação melhor, mesmo l, ll  se levemente”.

A mulher foi diagnosticada com câncer em 2016 e passou por uma cirurgia em 2017. Após arrumar um trabalho, ela teve que mudar de carreira devido a problemas de saúde.

Fonte: Nippon

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão
Uninter - JAPÃO - Educação a distância