Mulher mais longeva do mundo deixa mais de 160 descendentes

Faleceu no hospital a mulher mais idosa do mundo, com 117 anos, na província de Kagoshima onde passou a vida toda.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Em 18 de setembro do ano passado Nabi mexia a mão de acordo com o ritmo da canção que celebra a longevidade (Asahi)

Às 19h58 de sábado (21) Nabi Tashima deu seu último suspiro e partiu com 117 anos, na ilha Kikai (Kagoshima).

Publicidade

Ela nasceu, cresceu e viveu toda a sua existência na mesma ilha, em Kikai-cho. Sua morte foi devido ao envelhecimento, depois de ter sido internada no hospital local no final de janeiro deste ano.

Ela vivia em um asilo para idosos, mas sua saúde enfraqueceu e passou seus últimos dias de vida no hospital.

Nabi Tashima nasceu em 4 de agosto de 1900. Junto com o marido se dedicou à agricultura. Viviam do cultivo da cana-de-açúcar e gergelim.

Tiveram 7 meninos e 2 meninas. De acordo com os familiares, o número de descendentes – netos, bisnetos, trinetos, tetranetos e pentanetos – passa de 160 pessoas.

Depois da morte da mulher mais longeva do Planeta, de Jamaica, era Nabi a sua substituta.

Fontes: ANN e Asahi 
Foto: Asahi 

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Temperaturas de verão levam várias pessoas a hospitais no Japão

Publicado em 23 de abril de 2018, em Tempo

As temperaturas continuarão acima da média sazonal por algum tempo, de acordo com a agência meteorológica.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

Tatebayashi (Gunma) foi a cidade que registrou a temperatura mais quente no domingo (22), marcando 32.1 graus Celsius (imagem ilustrativa)

Pessoas em todo o Japão suaram nas temperaturas em condições de verão, com os termômetros chegando aos 30 graus Celsius em algumas áreas.

Publicidade

De acordo com a AMJ- Agência Meteorológica do Japão, altas recordes para o mês de abril foram registradas em cerca de 30 pontos de observação em todo o país.

A temperatura mais quente foi de 32.1 graus Celsius em Tatebayashi (Gunma). As temperaturas chegaram aos 30 graus ou mais em muitos outros locais.

Altas durante o dia aumentaram para 28.7 graus em Quioto e 28.3 graus em Tóquio.

Vinte pessoas foram levadas a hospitais com sintomas de insolação durante uma meia maratona realizada em Gifu (província homônima). A temperatura de dia para a cidade foi de 26.4 graus.

Equipes de emergência disseram que em outra maratona 26 pessoas foram levadas a hospitais nas cidades de Maebashi e Shibukawa, em Gunma.

Segundo a AMJ, o calor foi causado por um sistema de alta pressão que cobriu grande parte do Japão.

O clima será mais ameno nesta segunda-feira (23), mas as temperaturas continuarão acima da média sazonal por algum tempo.

Fonte: NHK
imagem: Bank Image

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância