Terremoto de magnitude 6,4 na Argentina

Um terremoto de magnitude 6,4 abalou uma região turística, no arquipélago Terra del Fuego, na segunda-feira (29).

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

O epicentro foi no arquipélago Terra del Fuego, no sul da Argentina (El Español)

A 324km de distância do sul da região turística Ushuaia, em Terra del Fuego, Argentina, ocorreu um terremoto de magnitude 6,4, às 15h54 no horário Japão, e 3h54 no horário local, de segunda-feira (29).

Publicidade

O tremor foi de magnitude 6,4 com 10km de profundidade, informou o USGS-Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Até o momento (16h30) não há relato de danos.

Fontes: USGS e El Español 
Imagem: El Español  

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

+ lidas agora

> >

Vamos Comentar?

--

Círculo da benevolência da ‘refeição gratuita’ para quem precisa

Publicado em 29 de outubro de 2018, em Sociedade

Desde que o dono do restaurante começou a postar mensagens oferecendo refeição gratuita para quem precisa, vem recebendo apoio e solidariedade de outras pessoas.

Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis! Poderia nos ajudar compartilhando esta página?
Obrigado pela sua opinião! Informaremos os responsáveis para melhorar! Volte sempre!

A bandeja da refeição gratuita é o prato mais caro do restaurante (NHK)

Em maio deste ano o dono de um restaurante especializado em tonkatsu – carne de porco empanada e frita – localizado em Nara postou no Twitter ‘sempre gratuito para quem precisa’. E explicou “quando estiver com fome ou quando quer fazer o seu filho comer de encher a barriga, por estar passando por um momento difícil, venha me contar baixinho. Me permita te servir discretamente para que se sirva e fique bem satisfeito”.

Publicidade

“O mundo é de ajuda mútua. O valor da refeição pode ser pago depois. Como também pode ser esquecido”, continuou a frase.

O post viralizou. Teve mais de 17 mil compartilhamentos. Os comentários diziam “isso é de aquecer o coração”, “fiquei emocionada” ou “chorei de emoção”.

O restaurante já era muito procurado, diariamente com fila, na cidade de Nara (província homônima) por causa do famoso tonkatsu.

Para quem precisa o gerente e proprietário oferece uma bandeja com arroz, sopa de missô, legumes, porções generosas de repolho e lombo de porco empanado, o tonkatsu, especialidade da casa. Essa bandeja que custa ¥1.580 no menu é servida gratuitamente. Em 5 meses já alimentou 100 pessoas que o procuraram.

“O nosso trabalho é ver o cliente satisfeito com um sorriso, depois de alimentado. A coisa que mais me deixa feliz é ver a alegria de quem se serviu no restaurante gratuitamente”, explica.

Gancho para a iniciativa

Em fevereiro deste ano Hokuriku amargou nevasca. Nessa ocasião ele criou uma promoção de 50% de desconto para quem é dessa região. “Vieram 260 pessoas e deixaram mensagens comoventes no caderno”, relembra. Foi o gancho para essa iniciativa, a de ajudar quem precisa. Conta que antes de ter seu estabelecimento o dono da casa onde trabalhou oferecia refeições gratuitas para quem precisava e quis fazer o mesmo.

Bandeja que aquece o coração e sacia a fome (Rocket News)

Círculo da benevolência e solidariedade

Os seus seguidores do Twitter compartilharam entre os amigos, espalhando entre outros amigos. Assim, para contribuir com o faturamento mais pessoas passaram a vir no restaurante para motivá-lo a continuar com essa ação.

Ele contou para a reportagem da NHK que recebe cartas de incentivo e até ingredientes são enviados para o seu estabelecimento, das pessoas desse imenso círculo.

“Há tantas pessoas que manifestam apoio. Com isso recebo um empurrão para fazer o meu melhor e continuar com a refeição gratuita”, conta.

Uma família de 5 pessoas estava jantando nesse programa e concedeu entrevista. “Tive câncer há 3 anos e fui obrigado a parar de trabalhar como motorista de caminhão. Nunca mais pudemos sair para comer fora. Quando vi o post do Twitter não acreditei. Aqui vi que ele é verdadeiro. Fazia muitos anos que não comíamos tão bem”, revelou o pai.

Assim, o círculo da benevolência e solidariedade cresce através do Twitter.

Fontes e fotos: NHK e Rocket News

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
ISA - Empregos no Japão
UniFCV Japão - Educação a distância
Uninter - JAPÃO - Educação a distância